contato@forca1locacoes.com.br| (21) 3116 9545 / 3795 2930 / (21) 96427 4579
IPAF Member   
28
ABR
2017

Segurança de trabalho em altura depende de escolha correta de equipamentos

Queda de trabalhador é ocorrência que mais mata na construção civil. O caminho para reverter esse quadro é prevenir e não só

proteger.

Os equipamentos de proteção individual (EPIs) e coletiva (EPCs) são dispositivos essenciais para garantir a segurança no trabalho em altura e seu uso é obrigatório nos canteiros.

Por isso a escolha adequada de EPIs e do Modelo ideal de Plataforma de Trabalho Aéreo é Primordial para a prevenção em trabalho em altura.

Dados do Ministério do Trabalho apontam que cerca de 40% dos acidentes em obras no Brasil envolvem serviços dessa natureza, sendo as ocorrências que mais matam trabalhadores da construção civil.

Os auditores fiscais do Ministério do Trabalho e Emprego são os principais responsáveis por fazer a fiscalização do cumprimento correto das normas de segurança no trabalho em altura.

CONDIÇÕES PARA O TRABALHO EM ALTURA

Além dos dispositivos de segurança, deve haver um plano de resgate para situações de risco ou acidentes.

Caso o trabalhador passe mal, a remoção deve ser feita sempre com auxílio de uma plataforma de trabalho aéreo.

Os serviços em altura também devem ser interrompidos quando as condições metereológicas forem adversas (chuvas e ventania).

De acordo com a NR 35, a pessoa capacitada para trabalhar em altura deve ter passado por treinamento e submeter a avaliações frequentes do estado de saúde.

A Força 1 Locações tem sempre a melhor e mais adequada opção na locação de e venda de Plataforma de Trabalho Aéreo. Consulte nossa central de atendimento (21) 3434 9545